Análises estruturais possibilitam município a visualizar o futuro

Identificar oportunidades e requisitos de inovação para que um município do Rio se tornasse elegível ao desenvolvimento como “Smart City”

Avaliar necessidades e competências locais para o desenvolvimento de novas soluções inteligentes com benefício social e econômico.

Identificação de diversas iniciativas a serem desenvolvidas, entregando-se um plano de implantação detalhado, governança recomendável, mapa de riscos e benefícios a serem alcançados.

  • Entrevistas com todas as entidades atuantes no município
  • Análise SWOT da região
  • Avaliação de oportunidades
  • Planejamento de iniciativas (PMO)

Ao longo de 3 meses, com participação de consultores internos e externos, além do diretor da empresa.

A participação da Addunt na estratégia para desenvolvimento de Smart Cities

 

O Cliente

No case desta semana vamos relatar como a Addunt, em parceria e patrocínio do SEBRAE-RJ, atuou no projeto de Smart City para o desenvolvimento  de uma cidade do centro-sul fluminense do estado do Rio de Janeiro com 101.235 habitantes. (Segundo o último senso do Instituto brasileiro de Geografia em Estatística – IBGE).

 

O Desafio

A Addunt Consulting foi contratada para identificar oportunidades e requisitos de inovação para que o município se tornasse elegível ao desenvolvimento como uma Smart City.

Com base no conceito de “Cidades Inteligentes” difundido recentemente em diversos fóruns mundiais, a entidade de fomento buscou se posicionar como protagonista de iniciativas que visem desenvolver as alavancas de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) necessárias ao crescimento planejado e sustentável da região.

Assim sendo, muitas foram as questões que precisavam ser respondidas, no que tangiam à pré-seleção de territórios-alvo; priorização de setores críticos; potencialização de vocações regionais; mobilização de patrocinadores e recursos, além do mapeamento de riscos e oportunidades que impactariam o alcance dos resultados planejados.

Uma vez conhecido o desafio, foi recomendado a estruturação de um projeto sob responsabilidade da Coordenação de TIC, a partir da definição do escopo de atuação, objetivos e planejamento das ações integradas. Essas ações foram fundamentais permitindo o dimensionamento do projeto e posterior aprovação.

 

Objetivos

No intuito de estruturar o projeto de apoio ao desenvolvimento de Cidades Inteligentes no estado do Rio de Janeiro, foram divididas as três práticas principais da seguinte forma:

– Delimitação do escopo, com base na identificação de oportunidades para desenvolvimento de alavancas de TIC, considerando aspectos territoriais, setoriais e econômicos;

– Desenho da abordagem do projeto, detalhando etapas, ações, prazos, stakeholders e responsáveis pelos resultados do projeto;

– Alinhamento interno e externo para validar o entendimento e coordenação das atividades integradas prévio à aprovação do projeto, permitindo assim um melhor engajamento das partes envolvidas.

 

A Solução

A solução Addunt apresentada foi a avaliação das necessidades e competências locais para o desenvolvimento de novos resultados inteligentes com benefícios sócio-econômico. O trabalho desenvolvido ao longo de três meses contou com a participação de consultores de dentro e fora da empresa assim como seu diretor.

Dessa forma, foram realizadas entrevistas com todas as entidades atuantes no município; análise SWOT* da região; avaliação de oportunidades e planejamento de iniciativas (PMO). A construção da abordagem de solução foi dividida em etapas:

– Mobilização de especialistas internos e externos a fim de identificar as maiores dificuldades das regiões fluminenses, assim como eleição das oportunidades que seriam escopo do projeto;

– Priorização de investimentos em soluções com maior potencial de benefícios, além de complementação de inciativas já existentes que contribuíram para o alcance dos resultados desejados;

– Viabilização da integração, acompanhamento e reporte de planos de ação que permeiem diversas entidades, localidades e setores, assegurando uma visão consolidada dos benefícios do projeto.

 

De modo breve, Metodologia de Análise Utilizada

Utilizando a análise SWOT* dos elementos levantados junto às lideranças e formadores de opinião da região, foram identificadas forças (vocações naturais, infraestrutura e projetos existentes, por exemplo), com o propósito de identificar riscos ou ameaças, além das fraquezas, para as quais existiam oportunidades de desenvolvimento (novas competências a estimular e reformas).

A partir daí, propomos uma lista de ações, com a intenção de estimar impactos e esforços envolvidos, de modo a subsidiar as iniciativas que deveriam ser priorizadas (Quick Wins & Projetos).

 

Os Resultados

Em um período de três meses, a associação teve o apoio da consultoria Addunt para apontar e priorizar diversas iniciativas a serem desenvolvidas, entregando um plano de implantação detalhado, modelo de governança recomendável, avaliação do mapa de riscos a mitigar, além dos benefícios a alcançar no longo prazo.

Entre em contato conosco para saber mais sobre Projetos de Smart Cities.

 

*Análise SWOT também conhecida no Brasil como Análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) é uma ferramenta estrutural de administração, usada como base para gestão e planejamento estratégico de uma empresa ou corporação. Observa os pontos fortes e fracos; as oportunidades e riscos ao negócio.

Outros Cases

Desenvolvimento de Robôs para Conciliação de Contas / Setor Navegação
Diagnóstico e Avaliação de Ferramentas para Soluções Tecnológicas em Educação Corporativa (Fase I) / Setor Educação
Diagnóstico e Avaliação de Ferramentas para Soluções Tecnológicas em Educação Corporativa (Fase II) / Setor Educação

Alguns Clientes

Translate »