A Addunt e o Modelo de Atuação em Recursos Humanos

Reflexão de grandes líderes de RH atuais

A Addunt Consulting realizou uma série de entrevistas com grandes lideranças em Recursos Humanos de todo o país. Nessas breves interações, nossos especialistas identificaram alguns pontos em comum, com destaque para o desafio de instrumentalização do RH para atuar de modo mais adequado como parceiro de negócios. 

Em vários relatos, identificou-se que as lideranças financeiras conseguem expor melhor seus argumentos por serem capazes de trazer métricas que apontam resultados tangíveis. Ao passo que o RH, ainda que traga excelentes ideias de transformação e inovação para o negócio, muitas vezes carece de argumentos sustentados por análises quantitativas, ou avaliação de impactos que possam ser traduzidos em planos de ação mais concretos. 

 

Algumas falas importantes:

“Os nossos líderes não pensam o “estratégico”  

“O RH precisa atuar como “contraponto” ao CFO”

“Pessoas não são números, mas precisam gerar números…”  

“o RH precisa aprender a falar de resultados…”

“A comunidade de RH pouco compartilha boas práticas”

 

Concluímos que o grau de maturidade desta função varia muito entre as corporações do país. No entanto, vale investir em mudar esta possível percepção do negócio em relação ao parceiro que tem maior foco no capital intelectual das empresas, cujo desenvolvimento é fundamental para o crescimento sustentável de toda a organização.

 

Necessidade de Migração do Esforço Organizacional

O framework abaixo mostra o desafio de migração do esforço alocado nesta função corporativa em como torná-la mais eficiente em seu papel organizacional. Nele estão reunidas atividades transacionais, analíticas e de relacionamento. O primeiro passo é focar na segregação dos perfis organizacionais, a partir da técnica denominada “process split” 

Por meio dela, podemos identificar a natureza dos processos e, por consequência, definimos os perfis adequados e diferentes formas de organização que promovem maior sinergia, redução de desperdícios e melhor integração entre as diferentes funções corporativas.

 

Segregação de processos, funções e perfis de atuação

Neste modelo, inspirado no conceito original de David Urich, demonstra-se quais sãos os perfis a serem segregados e atividades típicas que podem ser agregadas em cada um deles.

 

Abordagem em alto nível para transformação do RH

A seguir, destrinchamos um pouco melhor o que está inserido na jornada de transformação da função do Recursos Humanos em busca de obter ganhos de eficiência e liberar tempo dos seus profissionais para atuarem em questões de maior valor estratégico para as companhias.

 

Na próxima semana abordaremos os cases de sucesso implementados pela Addunt.

Posts Relacionados

Redesenho do modelo de gestão da TI, com base na jornada de experiência dos seus usuários.
Suporte em Planejamento Estratégico centrado no cliente
Como aplicamos o Design Thinking
Fale um pouco sobre seus objetivos
Antes de concordar leia a nossa Política de Privacidade em https://www.addunt.com.br/politica-de-privacidade/
Este website usa cookies e solicita seus dados pessoais para aprimorar sua experiência de navegação.